umbral,
uma cortina tecida e, depois de instalada,
cortada para possibilitar a passagem e o acesso à exposição restos,
conduziu-me ao texto

 Torrões de Terra, de Manuel Zimbro.

A convite das Oficinas da Cerâmica e da Terra, e das Oficinas do Convento,
levei esta imagem e este texto ao lugar onde se trabalha e enforma a terra.